Camila Fontes logo

Alimentação das crianças no inverno

Com o friozinho chegando, é comum as famílias optarem por pratos mais quentinhos e deixarem de oferecer frutas, folhas e legumes crus às crianças. E uma das consequências da ingestão deficiente (ou inexistente) de vitaminas e minerais encontrados nesses alimentos é a baixa imunidade, que deixa a passagem livre para gripes e resfriados.

De acordo com Andrea Adell, nutricionista especializada na área materno-infantil, é necessário usar a criatividade para inserir frutas e vegetais na rotina alimentar de forma mais divertida. Que tal essas opções?

  • Mingau quentinho de aveia com frutas picadinhas
  • Bolinhos e muffins assados
  • Recheio ou na massa de panquecas
  • Arroz de forno (ou ralado/picado junto ao arroz do dia a dia)
  • Molhos de tomate
  • Sopas
  • Misturados nas carnes

E vale ressaltar a importância hidratação para manter a imunidade em dia! Confira a recomendação que a Sociedade Brasileira de Pediatria faz sobre a quantidade de água para cada faixa etária:

  • 0 a 6 meses – 700ml para bebês que tomam leite artificial
  • 7 a 12 meses – 800ml
  • 1 a 3 anos – 1,3l
  • 4 a 8 anos – 1,7l
  • 9 a 13 anos – 2,4l
  • 14 a 18 anos – 3,3 l

Tem dúvidas? Quer mais informações? Gostaria de sugerir um assunto para os próximos textos? Deixe seu comentário. Gostou do texto? Compartilhe.

Baixe nosso e-book de receitas deliciosas gratuitamente para uma vida mais saudável!

Veja outros artigos

Vamos conversar?

Ficou com alguma dúvida, ou deseja marcar uma consulta?
Entre em contato